FESTIVAL CHORO E JAZZ DIVULGA SUA ATRACOES

24/05/2013 07:24

Em dezembro, Fortaleza e Jeri recebem shows de nomes como João Bosco, Renato Borghetti e Terrence Blanchard

Aos sábados, em Jericoacoara, o Bandão Choro Jazz vai à praça principal no final da tarde e solta repertório instrumental de jazz e música brasileira. São os alunos da escola inaugurada pelo Festival Choro Jazz, que ao longo do ano, dão o gostinho da mostra. Em dezembro, por uma semana, a cidade de Jijoca será o ponto de chegada de grandes instrumentistas, inseridos no circuito internacional de música. Todos de pé na areia e instrumento em punho.

O cantor João Bosco é um dos nomes confirmados no evento deste ano

Para o fim deste ano, parte dos convidados já está definida: Renato Borghetti Quarteto, Alegre Corrêa, Maestro Laércio de Freitas, Louise Wolley Septeto (SP), Nonato Luiz, Túlio Mourão, Gilson Peranzetta e Mauro Senise, o trompetista de Nova Orleans Terrence Blanchard, a cavaquinista Luciana Rabelo e o mestre João Bosco. O festival homenageará o compositor e pianista Ernesto Nazareth, um dos precursores do choro, que teria completado 150 anos em março. As datas também já saíram: Fortaleza, de 28 a 30 de novembro, e Jericoacoara, de 3 a 8 dezembro.

"A minha ideia foi chamar um grande pianista brasileiro e juntá-lo com uma orquestra do Ceará para a homenagem. E que fizessem uma peça inédita para Ernesto Nazareth", adianta Capucho, coordenador do festival. O pianista escolhido foi Laércio de Freitas, músico que acompanhou por muitos anos o sexteto de Radamés Gnattali, outra referência da música brasileira. A orquestra ainda não foi confirmada.

Ainda do lado brasileiro da programação, João Bosco é um dos presentes da edição. Ele estará em Jeri durante toda a mostra, como espectador, e sobe ao palco com show de encerramento. "João Bosco era um sonho que eu tinha já há três anos. Ele topou vir e o mais legal, disse que queria assistir um pouco o festival", comemora Capucho. O clima em Jericoacoara durante o Choro Jazz, lembra, é sempre desse convívio entre os músicos, com o público, da maneira mais informal possível, na beira da praia, ou nas festas organizadas pela produção.

"Lá não é um festival de entretenimento, é um festival de cultura. Tem aquela comida maravilhosa em qualquer lugar, tem a praia, o clima, você respira música. Todo mundo fica ali. Ano passado, o Gabriele Mirabassi (clarinetista italiano) falou, ´Capucho, parecia um sonho, eu olhava, estava do lado do Cristóvão Bastos, do Duo Assad, do Guinga, isso não existe em lugar nenhum´", ilustra.

Outra participação inédita será a de Terrence Branchard. Ano passado, apesar da participação de nomes como Raul de Souza, segundo o coordenador, houve quem reclamasse que estava faltando jazz. Muitas das atrações seguiam a linha do instrumental brasileiro, do choro, ou mesmo a canção, cantada. "O festival choro jazz é mais um nome, um fio condutor. O importante é saber que existe qualidade. Procuro sempre dar prioridade a música brasileira, que é muito pouco divulgada e são os verdadeiros clássicos que a gente tem. Mas para não ter reclamação, fui buscar um jazzista americano lá do berço, de ´New Orleans´ para vir quebrar tudo", brinca.

Agenda

A antecipação da programação em mais de seis meses, explica Capucho, é uma exigência de produção dos artistas, em especial, dos instrumentistas internacionais que vem ao festival. Para garantir a presença, ele adianta a seleção. Outro ponto, é a parceria do Jeri Choro Jazz com o Brazil Camp, festival dedicado à música brasileira realizado em agosto, na Califórnia. "Eu anuncio a programação lá, exibo um vídeo sobre o nosso festival. E ele vem todo ano para Jeri. Tanto o presidente, como estudantes de música, que participam das nossas oficinas e aproveitam a programação", reforça.

A programação pode sofrer alterações, diz Capucho, devido a dificuldade em captar patrocínios este ano. Algumas empresas, explica, estão muito focadas em eventos esportivos, em virtude da Copa do mundo e acabam esquecendo que a cultura faz parte do contexto. "O que você vai proporcionar para o turista que vem? Só o futebol? Não, os caras querem conhecer outras coisas. Futebol já tem grandes empresas patrocinando. Eles tem que cercar com coisas que agreguem valor além das competições", recomenda.

O momento do festival, avalia, apesar dos contratempo de produção, é bom. Desde o ano passado fazem parte do Fórum Europeu de Festivais, inseridos em um circuito internacional; e este ano foram convidados para o festival de Barbados, no Caribe, com o qual está sendo estudado um programa de intercâmbio com a escola de Jericoacoara.

"A nossa programação está 90% fechada. Mas, como no choro e no jazz existe muito improviso, eu sigo na mesma linha. De repente, vamos ter uma boa surpresa ainda até lá", deixa no ar.

Mais informações:
Festival Choro Jazz. Em Fortaleza, de 28 a 30 de novembro, e em Jericoacoara, de 3 a 8 dezembro.
Contato: www.chorojazz.com

Fonte: DN

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Datas para 2014 do festival

Lana 01/09/2014
Quais as datas do festival em jwricoaquara

Choro Jazz

Mariana 10/12/2013
Fui a esse magnifico show! Muito boas músicas e o João Bosco é excelente! Música boa com um lugar lindo como Jeri é uma combinação incrível. Espero aproveitar outra vez isso!

Choro Jazz

Rocco Belinni 23/11/2013
Muito bom o evento, mas até nestes eventos de Jazz a maconha rola solta. Séerio, é insuportável o cheiro de erva no lugar, ate a policia faz uso, deveria ter uma "area" especifica pra esses tipos. Rocco

Imperdivel

Marli Oliveira 21/10/2013
Fui passear em Jeri no ano passado e deparei com este espetáculo ao ar livre, confesso que nunca visto antes em Jericoacoara, fiquei extasiada, deslumbrada, pela qualidade do festival e profissionalismo de todos, amei e se Deus quiser estarei novamente neste ano.

Choro-Jazz

Luiz Carlos de Abreu Brandão. 15/08/2013
Participei maravilhosamente da edição 2012,em Fortaleza e depois em Jericoacoara. Parabéns grande Capucho, pela atenção e dedicação dispensada por você a todos os participantes deste impecável e iniqualável festival. Parebéns e obrigado por produzir este evento tão maravilhoso em tudo. Comecei a contar os dias no dia 09 de dezembro quando retornei. Muita saúde e que Deus permita e abençoe cada edição. Que Deus abençoe você e família. Com a permissão e as bençãos de Deus e Nossa Senhora participarei com minha esposa Ruth.

Qualidade

Raimundo F Filho 14/07/2013
Ao Capucho, excelennte festival. Organização impecavel. Grandes musicos. Parabens Capucco.

Festival

Aroldo 04/07/2013
Eu fui ano passado...e muito bom...vale a pena ir novamente.......

Choro Jazz

Reco Bastos 24/05/2013
Unico Festival sério que acontece em Jeri.

Novo comentário

Contato

Conselho Comunitário de Jericoacoara Rua principal,00
Jericoacoara - Ceará - Brasil
62598-973
5588 9914 8625 info@jeri.org.br