FESTIVAL DE JERICOACOARA: CINEMA DIGITAL DIVULGA SELECIONADOS

29/05/2012 09:48

 

O III Festival de Jericoacoara – Cinema Digital acontece de 15 a 21 de junho e traz ao Ceará nomes como Hermano Penna, Joel Barcelos, Sérgio Santeiro e Tuna Espinheira, além de um grande painel da nova geração dos realizadores brasileiros, na mostra competitiva de 40 curtas-metragens.
 
O lançamento do festival acontece nesta terça-feira, 29 de maio, às 19h, no Cineclube Avenida, com exibição do filme “Couro de Gato”, marcando o início das homenagens aos 80 anos do cineasta Joaquim Pedro de Andrade
 
Mais uma vez, o cinema independente brasileiro e grandes nomes do audiovisual nacional vão se encontrar, em um dos mais belos cenários do litoral cearense. O III Festival de Jericoacoara - Cinema Digital acontece de 15 a 21 de junho e destacará um total de 40 filmes, de até 15 minutos de duração, produzidos com tecnologia digital e selecionados em meio a 322 obras inscritas por realizadores de 19 estados.
 
O resultado da seleção, realizada após inscrições abertas nos meses de fevereiro, março e abril, consolida a dimensão nacional do festival, que chega à sua terceira edição assistindo a um expressivo crescimento de aproximadamente 50% no número de inscrições. O Ceará é o estado com maior número de filmes selecionados, mas outros 13 estados contarão com representantes no festival. Foram aceitas inscrições de filmes concluídos a partir de junho de 2010 e sobre quaisquer temas, nos gêneros documentário, ficção, animação ou experimental, sempre curtas-metragens.
 
Produzido pela Anhamum Produções e dirigido pelo cineasta, escritor e produtor cultural cearense Francis Vale, o festival tem por objetivo contribuir para dar visibilidade a novos valores da produção audiovisual brasileira, de forma descentralizada, indo bem além dos grandes centros.
 
“Ficamos muito satisfeitos com o aumento do número de inscrições, de 19 estados, porque o objetivo do festival é justamente mostrar a diversidade do novo cinema brasileiro, os novos realizadores - muitos deles jovens, outros que há pouco tempo têm contato com o fazer cinematográfico”, afirma Francis. “São esses realizadores novos, que não precisam de muitos recursos financeiros e viabilizam suas produções em cinema digital, que estão fazendo o novo cinema brasileiro acontecer, mesmo com dificuldades para angariar visibilidade para suas produções. O festival vem justamente oferecer uma oportunidade de exibição desses filmes”, acrescenta o diretor do festival.
 
Francis Vale ressalta que nesta terceira edição a relação do festival com a comunidade de Jijoca de Jericoacoara se intensifica ainda mais. “Para nós, o diálogo com a comunidade é tão importante, que optamos por fazer o festival na baixa estação, para levar a Jericoacoara uma maior movimentação nesse período. E este ano o festival trabalhará com grande destaque o tema da sustentabilidade – tanto a ambiental, quanto a do novo cinema independente brasileiro”, explica, sobre os “motes” do evento para este ano: cinema, independência e sustentabilidade”
 
Para assegurar, na prática, a democratização da participação no evento, a produção do festival garante as despesas de transporte terrestre entre Fortaleza e Jericoacoara, alimentação e hospedagem para um representante de cada uma das 40 obras selecionadas. “A ideia é favorecer que as pessoas realmente possam conviver em Jericoacoara, participando efetivamente do festival, trocando ideias sobre cinema, se integrando aos debates e se aproximando do público”, reforça Francis Vale.
 
Premiação
 
Ao longo do festival, os 40 filmes serão apreciados por um júri composto por cinco pessoas ligadas à área do audiovisual. As premiações em dinheiro, no valor de R$ 5 mil cada, serão destinadas às obras escolhidas pelo júri como as melhores em cada categoria: ficção, documentário, animação e experimental. Também receberá prêmio de R$ 5 mil a melhor produção dos estados Ceará, Piauí e Maranhão, em homenagem à chamada “Rota das Emoções”, que se inicia em Jericoacoara-CE, passa pelo Delta do Parnaíba-PI e se estende até os Lençóis Maranhenses.
 
O festival também destinará troféus aos vencedores dos quesitos: melhor filme, direção, roteiro, fotografia, trilha original e direção de arte. Além dos troféus para melhor ator e melhor atriz.
 
Edição 2012: homenagem a Joaquim Pedro de Andrade
 
A edição 2012 do Festival de Jericoacoara – Cinema Digital demonstra evolução em relação à estreia do evento, que atraiu repercussão nacional, em junho de 2010, atraindo elogios de cineastas como os consagrado Silvio Tendler e Walter Lima Jr. Reconhecimento consolidado em 2011, quando o festival prestou homenagem a Nelson Pereira dos Santos e discutiu em seminário o livro “Raízes do Brasil”, de Sérgio Buarque de Hollanda, e o filme de mesmo nome, dirigido por Nelson.
 
Este ano o festival presta homenagem a Joaquim Pedro de Andrade, por ocasião dos 80 anos do diretor de “Macunaíma”,”Garrincha, Alegria do Povo” e “Os Inconfidentes”. Os três filmes serão exibidos no festival. Esses e outros trabalhos de Joaquim Pedro de Andrade terão exibição, entre agosto e outubro, no Cineclube Avenida, em Fortaleza.
 
Participarão do festival e receberão homenagens Franzé Santos, cineclubista e produtor; Zita Carvalhosa, produtora do Festival de Brasília, e Orlando Bonfim, ex-presidente da Associação Brasileira de Documentaristas.
 
Outros homenageados do festival, in memoriam, serão Darcy Costa, histórico cineclubista cearense, e o cineasta Linduarte Noronha, diretor do clássico documentário curta-metragem “Aruanda”, de 1960.
 
Lançamento do festival: 29/5
 
O lançamento oficial do Festival de Jericoacoara – Cinema Digital acontece em Fortaleza, em coquetel nesta terça-feira, 29/5, às 19h, no Cineclube Avenida (Avenida Shopping, na Av. Dom Luís, 300, 1º Subsolo). Na ocasião, será exibido o curta “Couro de Gato”, de Joaquim Pedro de Andrade e serão divulgados mais detalhes sobre a programação do festival.
 
Filmes selecionados
 
01. CHAPADA – Valério Fonseca – RJ – Exp – 5′
02. ASSIS QUE SE FAZ – Carlos Segundo – MG – Doc – 15′
03. BANQUETE EM TRANSE – Thalles Chaves – RN – Exp – 5′
04. ROBERTO,ROBERTA – Adriano Pequeno/Danilo Lima – SP -Fic – 6’48″
05. TEMPUS FUGIT – Lino Meirelles – DF -FIC- 9’52″
06. INACABADO – Márcio Farias – PE – Doc – 15′
07. 8 ESTAÇÕES – Célia Gurgel(coletivo) – CE – Doc. -15′
08. MARCAS D’AGUA – Thaís Oliveira – GO – Fic – 15′
09. PIQUE-SALVA – Antonio Balbino -DF – Fic – 6’40″
10. MEIO A MEIO – Danilo Amorim Rabelo – ES – Anim. – 2’40″
11. GUERRA NO BRASIL – Ionaldo Araújo – PE – Doc. – 15′
12. DOIDO PELO RIO – Márcio Câmara – RJ – Fic. – 15′
13. NICO – Felipe Matzembacher – RS – Fic. – 10′
14. HOMEM-AVE – Bernardo Canto/Rafael Saar – RJ – Exp. – 7′
15. FÁTIMA – Jéferson Tadanori/Sobral H. – CE – Anim. – 5′
16. QUANDO SAIO DE CASA – Robson Lopes – RJ – Exp. – 7′
17. IRMÃS – Gian Orsini – PB – Doc. – 14’55″
18. OS SUSTENTÁVEIS – Lisandro Santos – RS – Anim – 1′
19. HEMPOCRISY – Maria Aline – PE – Doc. – 13′
20. PINHEIRINHO – A HISTÓRIA DE NAJI NAHAS E DONA MARIA – Coletivo Luta Popular – SP – Doc. – 13’20″
21. COMUNICANDO – Telmo Carvalho – CE – Anim.- 4’49″
22. O MAR DE LIA – Hanna Godoy – PE – Doc. – 12′
23. PARAYZOO – Amaury Tangará – MT – Fic. 15′
24. ALDEIA – Zeca Ferreira – RJ – Fic. – 15′
25. EM TERRA DE CEGO – Bruno Surian – PR – Fic.- 15′
26. RITMOS – Elisa Cabral e Laurita Caldas – PB – Exp.- 5′
27. SUCATA DE PLÁSTICO – Yargo Gurjão – CE – Doc. – 6’37″
28. DESTIMAÇÃO – Ricardo de Podestá – GO – Anim. – 13′
29. SOY LOCO POR TI – Nathália Barreto – RJ – Doc. -14′
30. O RIO MEARIM SECÔ – Rwanyto Oscar – MA – Exp – 3,29″
31. POETA URBANO – Antonio Carrilho – PE – Doc. – 15′
32. PRAINHA DO CANTO VERDE – Maria Évila – CE – Doc. – 11’08″
33. O QUADRO – Humberto Rosa/Thayron – RJ – Fic. – 15′
34. MONTE PEDRAL – Marcley de Aquino – CE – Doc. 15′
35. ERICKSON LUNA – Osman Godoy – Doc. – 13′
36. O CONTADOR DE FILMES – Elinaldo Rodrigues – PB – Doc.- 15′
37. QUALQUER SEMELHANÇA É MERA COINCIDÊNCIA – Camilo Vidal – CE – Fic. – 15′
38. UM DIA QUE CORRE – Arthur Leite – CE – Fic – 15′
39. BRAVO – Bruno Monteiro – CE – Anim. – 2′
40. O REINO DO CHOCOLATE – Rafael Jardim – BA – Anim. – 4’36″
 
Fonte: Assessoria do Festival de Jericoacoara
 

Voltar

Contato

Conselho Comunitário de Jericoacoara
Rua principal,00
Jericoacoara - Ceará - Brasil
62598-973

5588 9914 8625

Conselho Comunitário de Jericoacoara © Todos os direitos reservados.

A Serviço da Comunidade - www.jeri.org.br - info@jeri.org.br