MORADORES DE JERI VÃO AS RUAS CONTRA A POLUIÇAO SONORA

04/12/2021

Entre as reivindicações está o cumprimento das leis sobre uso de caixas de som, som exacerbado na rua principal e equipamentos de som automotivo.

Os moradores da Vila de Jericoacoara, a cerca de 300 km de Fortaleza, realizaram nesse sábado, 4 de dezembro, manifestação contra a poluição sonora. Os manifestantes se concentraram a partir das 16h30 na Praia Principal, próximo à Duna do Pôr do Sol e a manifestação teve início às 17h15, seguindo pela Rua do Forró, Beco do Forró, Rua Principal e terminando na Praça Principal, onde foi realizado um abraço simbólico e silencioso na praça.

O objetivo da manifestação é sensibilizar empresários, moradores, proprietários de veículos e visitantes sobre os impactos negativos provocados pela proliferação de equipamentos de som automotivo e de caixas de som, bem como pelo alto volume praticado em alguns bares, que se envolvem em uma verdadeira disputa musical, tornando muitas vezes impossível distinguir as músicas tocadas. A poluição sonora tem transformado Jericoacoara em um local ruidoso, afastando da Vila turistas que buscam descanso, práticas esportivas e o turismo ecológico, além de gerar graves prejuízos a moradores, sobretudo idosos e crianças que vêm tendo o direito ao lazer e descanso desrespeitado.

Os manifestantes pretendem chamar a atenção para a urgência de se ordenar as atividades comerciais que utilizam música, para que os ruídos e conflitos sejam substituídos por um convívio harmonioso entre moradores e turistas em busca de diversão e boa programação musical. Entre as reivindicações estão a adequação da estrutura acústica dos estabelecimentos, caso possível, o uso moderado do som por parte de veículos, e o cumprimento da lei municipal que proíbe o uso de caixas de som na Vila, bem como das leis relativas aos horários de trabalho na construção civil e regularização dos escapamentos de carros e motos. Os moradores esperam com tal mobilização contribuir para que esse belo e importante destino turístico brasileiro resgate o charme e a tranquilidade que o tornaram procurado e reconhecido nacional e internacionalmente.

A poluição sonora é hoje um problema enfrentado em todo o País, gerando muitos conflitos, tanto nas grandes quanto nas pequenas cidades, mas o fenômeno é particularmente grave por encontrar-se a Vila de Jericoacoara nas imediações de um parque de preservação ambiental. A poluição sonora impede de se ouvir os sons da natureza e certamente afeta o próprio meio ambiente. A manifestação visa, pois, promover uma reflexão e uma mudança cultural urgente, que permita a apreciação da boa música, o lazer e o respeito aos direitos individuais e coletivos, e assim o convívio pacífico entre a comunidade e os que trabalham com atividades turísticas.

Não somos contra a música e sim contra o desrespeito com as pessoas da Vila de Jericoacoara.

Últimas notícias

Seja o primeiro a ler as novidades!

Na data do dia 09 de dezembro de 2021, ocorreu na câmara de vereadores de Jijoca de Jericoacoara, uma Audiência Pública para mais uma vez tentar se chegar a um consenso quanto aos padrões de ruídos na Vila de Jericoacoara.

A Taxa do Turismo sustentável foi criada através de lei complementar 107/2015, especificamente no artigo 180 do código tributário municipal na administração do ex-prefeito Lindomar Filomeno, mas não implantada em sua gestão.

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) informa que enviou novamente equipe para Jericoacoara, com objetivo de realizar nova coleta na orla marítima de região. A nova análise da Gerência de Análise e Monitoramento (Geamo) da autarquia, concluída neste sábado (6), aponta que a praia apresenta-se FAVORÁVEL para a recreação primária. O...

Na data de hoje 29/09/2021 foi realização OFICINA DO PLANO DIRETOR do município, na Vila de Jericoacoara. Apesar do curto tempo e a pouca presença comunitária, os presentes tiveram a oportunidade de expor sinteticamente os seus anseios.